Inicio > Mis eListas > lea > Mensajes

 Índice de Mensajes 
 Mensajes 1141 al 1170 
AsuntoAutor
Negocio minero req Julio Ce
Re: Y la fibra opt rrodrigu
Re: Solicito_Infor G.R.E.E.
Re: Solicito Infor Jaime E.
Mas del Proyecto C anna pon
Re: Solicito_Infor Geuca Ve
Re: nadie es prote Lucio Mu
Energía Eléctrica Alberto
ISLA DE AVES Julio Ce
EMERGENCIA ECOLOGI Julio Ce
Energía Eléctrica Alberto
CARICOM RECHAZA SO Julio Ce
Santa Elena de Uai anna pon
Edo. Bolívar, Parq anna pon
Edo. Bolívar - El anna pon
Arte y Quino Héctor B
RE: Solicito Infor Interfaz
Editorial de "El A Alberto
Asaltando la solid Vitae
Re: INVITADOS A L Profesor
Quino y la Burocra Héctor B
CVG presenta plan Interfaz
¿Sector del PN "El Jose Rod
LAMENTABLE NOTICIA Alberto
Panorama y el Parq Vitae
RE: Panorama y el Interfaz
A cada cochino le Héctor B
Deuda ecológica, a JAPM
El punto G JAPM
Gestión de desecho JAPM
 << 30 ant. | 30 sig. >>
 
Lista Ecologia y Ambiente - VZLA
Página principal    Mensajes | Enviar Mensaje | Ficheros | Datos | Encuestas | Eventos | Mis Preferencias

Mostrando mensaje 1542     < Anterior | Siguiente >
Responder a este mensaje
Asunto:[LEA-Venezuela] Mas del Proyecto Calha Norte - Guri
Fecha:Viernes, 6 de Julio, 2001  16:18:23 (-0400)
Autor:anna ponte <annasp @.....net>

Boa Vista-RR, domingo 01 de julho 2001. 
… JORNAL: 
                                 BRASIL NORTE 
 
 
* Ministro da Defesa encerra encontro do Calha Norte 
 
Geraldo Quintão vem a Boa Vista na próxima quarta-feira onde terá  
encontro com  Neudo Campos 
Quintão vem encerrar a reunião anual do Calha Norte e inspecionar  
unidades do Exército 
Na próxima quarta-feira, dia 4, o ministro da Defesa, Geraldo  
Quintão, desembarga em Roraima acompanhado de 20 parlamentares  
federais, entre deputados e senadores. Ele participará do  
encerramento do encontro do Calha Norte e visitará os pelotões de  
fronteira. 
O governador Neudo campos (PPB) fará amanhã, às 17 horas, no Palácio  
da Cultura, a abertura do Seminário Calha Norte 2001 - Roraima", com  
a presença de várias autoridades regionais, quando serão debatidos  
temas referentes ao projeto Calha Norte. 
No segundo dia, acontecerão várias palestras, entre ela, "A Situação  
Geopolítica e Estratégica da Amazônia Setentrional", "Contribuições  
do Calha Norte para a Manutenção da Soberania Nacional e da  
Integridade Territorial da Amazônia Setentrional" e as "Ações dos  
Comandos da Marinha, Exército e Aeronáutica na Região da Calha Norte". 
Na quarta-feira, pela manhã, haverá explanações sobre os "Planos  
Estratégicos de Desenvolvimento Regional" e às 18 horas, o governador  
Neudo Campos e o Ministro Geraldo Quintão farão o encerramento do  
evento. 
Após o encerramento, o ministro passará mais dois dias em Roraima.  
Quintão e os parlamentares visitarão os pelotões de fronteira, em  
Normandia, em Bonfim e no Surucucu.  Não foi explicado exatamente o  
motivo da visita da comitiva aos pelotões. 
 
Conversa Afiada 
 
 
Finalmente será inaugurada a linha de transmissão que trará energia  
do complexo hidrelétrico de Guri, na Venezuela, até o estado  de  
Roraima, conhecida como Linhão de Guri. 
Por incidir sobre Terras Indígenas, a obra ficou paralisada por anos  
até que índios brasileiros e venezuelanos entrassem em acordo com os  
respectivos governos. 
Nesse final de semana, terá início a fase de testes do Linhão de  
Guri, que deverá ser inaugurado no próximo dia 28, com a presença dos  
presidentes brasileiro Fernando Henrique Cardoso e Hugo Chavez da  
Venezuela. 
Boa Vista será a grande beneficiária do empreendimento, já que a  
importação de 200 MW está garantida durante 20 anos a um custo  
bastante inferior ao das termelétricas a diesel, responsáveis pelo  
abastecimento da cidade até aqui. Contudo, a redução de R$ 220,00  
MW/h para cerca de R$ 59,80 (ou US$ 26 MW/h ao câmbio de R$ 2,30 em  
30/06), não será sentida pelo consumidor da cidade, uma vez que as  
tarifas são nacionais. O próximo passo será estender a linha para  
abastecer 95% do estado, o que deverá ocorrer até o final do ano. 
Na Venezuela, a interconexão tem 400 Km e vem até Santa Elena de  
Uairén, na fronteira com o Brasil, de onde partem mais 200 Km até a  
subestação de Boa Vista. 
 
NOVA RESERVA 
No território venezuelano, os conflitos em torno da construção da  
linha foram muito maiores e atrasaram a conclusão da obra em mais de  
um ano . 
As torres de transmissão percorrem 80 Km do Parque Nacional de Gran  
Sabana e da selva de Imataca, no estado de Bolívar, ao sul da  
Venezuela, onde moram dezenas de comunidades indígenas. 
Desde 1997, índios das etnias Pemón, Akawayo, Arawako e Kariña vêm  
protestando contra o empreendimento e em diversas ocasiões  
paralisaram as obras, derrubaram torres, interditaram rodovias e  
fizeram manifestação na embaixada do Brasil em Caracas. 
Os índios alegavam que o Linhão teria grandes custos ambientais e  
sociais para a região, como o crescimento predatório da indústria  
mineira, turística e florestal. 
 
 
CALHA NORTE 
Uma semana importante para a história geopolítica de Roraima. 
Autoridades civis e militares se reúnem em Boa Vista para avaliar um  
dos mais relevantes programas de ocupação de nossas fronteiras, o  
Calha Norte. 
Além de comandantes brasileiros, os vizinhos da Amazônia também estarão aqui. 
O encontro será encerrado na quarta-feira pelo ministro da Defesa,  
Geraldo Quintão. 
 
Boa Vista-RR, quinta-feira 05 de julho 2001. 
… JORNAL: 
                                 BRASIL NORTE 
* Ministro da Defesa encerra Seminário Calha Norte RR 
 
Geraldo Quintão considera PCN indispensável a soberania nacional 
O Ministro Geraldo Quintão acredita que o seminário será um marco ao  
Calha Norte 
Por Ivo Gallindo - Editoria de Política 
O Ministro da Defesa Geraldo Quintão chegou ontem a Roraima  
acompanhado de aproximadamente 20 parlamentares federais, entre  
senadores e deputados, onde participou da solenidade de encerramento  
do Seminário Calha Norte 2001 - Roraima, com a presença do governador  
Neudo Campos (PPB). Hoje, a comitiva irá visitar pelotões de  
fronteira. 
Geraldo Quintão iniciou sua explanação dizendo que o Programa Calha  
Norte (PCN) está passando por uma nova fase, onde se destacam ações  
de desenvolvimento da Amazônia Setentrional e que existe uma carência  
de conhecimento do programa. "Anteriormente realizávamos encontros em  
Brasília e agora estamos promovendo seminários anuais nos Estados  
atendidos pelo PCN buscando uma maior divulgação do Programa, que é  
de imensa importância ao país", disse. 
De acordo com o Ministro da Defesa, o Calha Norte firmou uma parceria  
com a Fundação Getúlio Vargas e com outros órgãos federais, estaduais  
e municipais abrangidos. "Os estudos da Fundação Getúlio Vargas tem  
contribuído para atendermos as necessidades encontradas em cada  
Estado com relação as finalidades do PCN, além das questões de  
soberania e integridade, que são as premissas básicas do Calha  
Norte", explicou. 
Uma das maiores dificuldades do PCN, segundo Geraldo Quintão, a  
carência de recursos, uma vez que um Programa de extrema relevância  
ao País não tenha despertado o interesse de alguns segmentos. Este  
ano, por exemplo, estavam destinados R$ 37 milhões ao PCN, mas apenas  
R$ 16 milhões foram liberados. 
"Estamos desprovidos, mas já busquei junto ao presidente Fernando  
Henrique Cardoso a liberação dos outros R$ 21 milhões. Quando assumi  
o Ministério da Defesa disse ao presidente que iria reforçar o  
projeto Civan e o Calha Norte, o que estou buscando com ênfase",  
assegurou. 
Com relação ao Estado de Roraima, o Ministro destacou que foi o que  
mais recebeu recursos destinados aos municípios, cerca de 43% do  
total aplicado no ano passado e 23% este ano. "Com as ações voltadas  
ao desenvolvimento social ampliamos a abrangência do Programa. O  
índio precisa respeitar sua cultura, mas também tem direito ais bens  
materiais da sociedade. Tenho a certeza de que este seminário será um  
marco inicial da nova fase do Programa Calha Norte". 
Riscos - Geraldo Quintão comentou que a Amazônia Setentrional fica  
distante dos grandes centros e possui várias fronteiras com outros  
países, o que pode representar  riscos a soberania brasileira. "Os  
países vizinhos enfrentam problemas de variadas ordens e que em  
certas épocas podem repercutir no Brasil. É essencial que preservemos  
nosso patrimônio". 
O Ministro lembra que, quando o PCN foi criado em abril de 1985, seus  
idealizadores não previam que haveria tantos problemas na Colômbia,  
por exemplo, mas á imaginavam as necessidades de preservar a Amazônia  
brasileira. "Sempre existiu a cobiça. É preciso que voltemos os olhos  
para Amazônia com ações estratégicas de defesa e de desenvolvimento",  
declarou Quintão. 
* Neudo destaca Calha Norte e pede mais apoio ao Estado 
Neudo Campos: "Estamos em pleno desenvolvimento, mas o Congresso deve  
resolver as questões indígenas do Estado" 
Em seu discurso de encerramento do Seminário Calha Norte 2001, o  
governador Neudo Campos apresentou os avanços sociais e econômicos  
proporcionados ao Estado em sua administração, pediu mais apoio do  
Governo Federal e mostrou as potencialidades de Roraima para  
investimentos privados. 
Neudo Campos classificou o evento como de suma importância pela  
presença de parlamentares e autoridades de todo o país e do Ministro  
da Defesa, Geraldo Quintão. "Isto configura uma composição de forças  
que repercutirá e forma positiva para  desenvolvimento de Roraima. O  
Programa Calha Norte (PCN) é uma das formas mais adequadas para a  
melhoria de vida da população", destacou. 
O governador argumentou que é preciso que os estados possam competir  
em igualdade e apresentou as potencialidades de Roraima. Segundo ele,  
a produção de arroz irrigado tem demonstrado resultados positivos no  
Estado. "Aqui, o arroz irrigado tem um nível de produtividade  
impressionante, tendo a colheita 10 dias antes da média nacional",  
explicou. 
Na área industrial, de acordo com o governador, o Estado de Roraima  
está apto a receber os investimentos privados, oferecendo condições  
de infra-estrutura. "Estamos interligados ao Amazonas e a Venezuela  
pela BR -174, e a Guina pela BR - 401. Nos próximos dias estaremos  
recebendo energia elétrica confiável por, pelo menos, 20 anos, com a  
inter-conexão de Guri, entre o Brasil e a Venezuela, enquanto que a  
maior parte do país enfrenta racionamentos", comentou. 
Outro atrativo apresentado por Neudo Campos é a grande possibilidade  
de importação de derivados de petróleo da Venezuela, que diminuiria o  
preço dos combustíveis em Roraima e diminuiria os custos de  
transporte e de produção agrícola e industrial. "Em contrapartida  
poderiam exportar inúmeros produtos em que a Venezuela não é  
auto-suficiente". 
Dificuldade - Neudo Campos apresentou aos parlamentares presentes uma  
das questões de maior entrave no desenvolvimento de Roraima e pediu o  
apoio necessário para resolvê-la. "Um Território que é transformado  
em Estado não pode ficar sem possuir terras. Hoje, Roraima não tem  
terras", lamentou. 
O governador analisou que a não possibilidade do Governo do Estado  
titular as terras impede que sejam feitos financiamento, o que  
prejudica a safra e, conseqüentemente, todo o desenvolvimento  
sócio-econômico. "Ficamos limitados em buscar o aumento de nossa  
produção e a melhoria de vida do nosso povo". 
Segundo Neudo Campos, cerca de 43% do território está demarcado com  
áreas indígenas, enquanto que os índios representam 7% da população  
do Estado. As demarcações terras indígenas é outro grande problema  
enfrentado em Roraima deixando os segmentos de produção agrícola e  
pecuária inseguros quanto aos investimentos. 
"É inaceitável que a Funai continue mandando no país sem que o  
Governo estadual seja ouvido, bem como a sociedade e os próprios  
indígenas. Apenas representantes da Funai, que não se sabe os  
interesses que defendem são atendidos. Minha proposta é que as  
questões indígenas sejam levadas ao Congresso Nacional e  
esclarecidas", afirmou. 
 
 
 
 
 
 
 
_______________________________________________________________________ 
http://www.eListas.net/ 
Crea y administra tus propias listas de correo gratuitas, en español.